Pesquisa Avançada
encontramos 0 resultados
Resultados da sua pesquisa

Leilão de Imóveis, Como Funciona

Postado por Leilão Imóvel em 05/08/2018
| 0

Leilões de imóveis podem ser boa oportunidade de investimento

Diz a sabedora popular que as melhores oportunidades para comprar um imóvel ocorrem quando um proprietário precisa fazer dinheiro rapidamente, normalmente em virtude de alguma dívida vencida ou próxima do vencimento. Nestas situações, dada a baixa liquidez do mercado de imóveis, o proprietário oferece seus imóveis com grandes descontos em relação ao valor de mercado em troca de receber o dinheiro rapidamente para honrar seus compromissos.

Entretanto, estas oportunidades são raras e normalmente são passadas para algum corretor ou imobiliária que já tem uma lista de investidores com caixa disponível para este tipo de investimento.

Ou seja, nós, pessoas comuns, dificilmente teremos acesso a este tipo de negócio, certo? Errado!

Na verdade, existem dezenas de oportunidades como essas todos os dias disponíveis para qualquer pessoa, independente do volume de capital disponível, através de um mecanismo que assusta e atrai ao mesmo tempo: Os leilões de imóveis.

 

O que é um leilão de imóvel?

Um leilão é um tipo de negociação onde bens (imóveis, no caso) são colocados à venda numa data e hora determinada e são vendidos para o comprador que oferecer o melhor preço dentro das regras daquela hasta específica.

Os leilões são conduzidos por um leiloeiro, normalmente um profissional especializado no tema e devidamente habilitado para tanto, e podem ser realizados presencialmente numa data, hora e local pré-definidos ou, como é cada vez mais comum, online, com todo processo ocorrendo pela internet, desde a publicação do leilão, coleta de lances até sua concretização.

Os leilões de imóveis ocorrem, em sua grande maioria, porque uma propriedade está sendo vendida para honrar uma dívida. A origem desta dívida definirá o tipo do leilão e, consequentemente, seus detalhes para arrematação e posse do imóvel negociado.

Como a necessidade de liquidez é a prioridade quando se opta por um leilão, normalmente os imóveis em leilão são ofertados com descontos em torno de 50% do valor de avaliação, exatamente como reza a crença popular.

 

Quais são os tipos de leilão de imóvel?

Existem quatro tipos de leilão:

* Judiciais

* Extrajudiciais

* Privados

* Públicos

Um Leilão Judicial ocorre por determinação de um juiz como resultado de um processo em trâmite, tanto na justiça comum (estadual ou federal) quanto na especial (trabalho, eleitoral e militar). A origem deste processo irá determinar uma séria de especificidades do leilão. O edital do leilão trará uma séria de detalhes diretamente relacionados ao processo em si, como valor de avaliação e mínimo a ser praticado na primeira e segunda praça, detalhes sobre a arrematação, etc. Outros tantos detalhes devem ser analisados pelo interessado, como situação do imóvel, eventuais embargos ou outros processos, etc.

Um Leilão Extrajudicial, por outro lado, é aquele que ocorre sem a necessidade de um processo judicial para sua realização, normalmente como resultado da execução de uma dívida garantida por um ou mais imóveis em um contrato com alienação fiduciária previamente celebrado entre as partes.

Os leilões privados e públicos ocorrem quando uma empresa (ou pessoa) ou instituição pública, respectivamente, decidem vender algum imóvel através desta forma de negociação. São bastante comuns para bens diversos, mas relativamente raros para imóveis.

 

Como participar de um leilão de imóvel?

Qualquer pessoa com mais de 18 anos pode participar de um leilão, bastando, para tanto, cadastrar-se junto ao leiloeiro responsável e habilitando-se para poder dar lances para o lote de interesse.

O cadastramento normalmente é feito totalmente online, com o preenchimento de um formulário e envio de documentação comprobatória (RG, CPF, comprovante de endereço, etc). Uma vez fornecidos os dados e documentos, o cadastramento é finalizado em poucas horas ou dias, dependendo do leiloeiro.

Uma vez feito o cadastro, deve-se solicitar a habilitação para cada leilão em que se queira participar. Este processo é bem rápido, consistindo em um e-mail ou telefonema solicitando a habilitação.

Depois basta acompanhar o leilão e dar seus lances.

 

Como escolher um imóvel para arrematação?

Existem centenas de leiloeiros de imóveis no Brasil, alguns com foco regional, outros abrangendo todo o território nacional. Além da quantidade, cada leiloeiro tem seu próprio site e forma de divulgar seus lotes.

Apesar de alguns sites serem bem organizados e fáceis de navegar, a grande maioria tem navegação complicado e sequer oferece um recurso de busca, tornando o processo de seleção de lotes extremamente trabalhoso e demorado. Perde-se tempo valioso selecionando lotes que poderia ser muito melhor aplicado na avaliação dos imóveis e lotes adequados. Mas este não é mais um problema pois o site Leilão Imóvel faz o trabalho pesado para você. Basta definir as características do imóvel desejado que o site mostrará em poucos segundos todos os lotes adequados, buscando as melhores oportunidades em dezenas de sites.

A partir da lista de lotes que atendam às características desejadas, deve-se iniciar o processo de análise de cada um dos lotes visando eliminar eventuais imóveis problemáticos, mas este é assunto para um próximo artigo

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

11 + 5 =

Compare Anúncios